Como preservar líquidos para vaporizadores

Publicado:

Tempo de leitura: 3 minutos

Líquidos para vaporizadores, também conhecidos como e-liquids ou juices, são produtos com uma média de 2 anos de validade à partir da data de fabricação, porém independente do tempo, são relativamente sensíveis ao calor e principalmente luz ultra-violeta ou solar, que pode fazer com que fiquem inapropriados para consumo caso alguns cuidados não sejam seguidos.

Os principais erros que estragam os líquidos

Não apenas para manter o sabor e qualidade dos produtos consumidos, a preservação e devido acondicionamento é necessário para garantir que a nicotina, composto presente na maioria dos líquidos para vaporizadores, se mantenha apropriada para consumo e atue como substituto eficaz daquela que fumantes normalmente recebem pelo consumo de cigarros, muito mais prejudicial do que usar um cigarro eletrônico.

Nicotina é um composto muito sensível à diversos fatores que contribuem para sua oxidação e alteração tanto de eficácia quando da palatabilidade. A oxidação altera a cor dos líquidos normalmente para uma tonalidade mais escura e mesmo aqueles transparentes podem ficar amarelados, chegando até a um laranja escuro. Em alguns casos a cor pode se tornar até marrom escura, quase preta. Além da tonalidade, existe alteração no sabor, tornando o líquido muito picante, causando um arranhar desagradável na garganta e ficando praticamente intragável, estragando o líquido e obrigando o descarte.

A oxidação é um processo natural da nicotina e é garantido que ocorra, só restando retardar este processo. Existem 3 fatores primordiais que contribuem com essa alteração química, sendo eles: oxigênio, luz ultra-violeta e calor.

Oxigênio

Contaminação com oxigênio é o mais difícil de se evitar. Uma vez produzidos, os líquidos são guardados em frascos lacrados que eventualmente serão abertos para consumo. É a cada abertura do produto que fará com que o ar seja renovado e atue na oxidação da nicotina. A melhor maneira de combater este fator é diminuir a frequência de abertura dos frascos.

Para quem produz seus próprios líquidos, uma alternativa é fazer quantidades maiores e dividir em frascos menores, manipulando os pequenos frascos sem lidar com o recipiente maior, que é guardado apenas para reposição daqueles que serão utilizados com maior frequência, evitando a troca de ar constante no frasco maior.

Luz ultra-violeta

A luz ultra-violeta, mais precisamente a luz solar, é o fator mais fácil de se evitar, bastando guardar seus líquidos em um ambiente escuro. Esse é provavelmente o fator que mais intensamente altera a composição dos produtos, oxidando rapidamente a nicotina, mesmo em curtos períodos de tempo, tais como esquecer frascos em locais que recebem luz solar direta.

Calor

Fator diretamente ligado à luz solar, mas não exclusivamente. O calor é um método que também altera rapidamente as características dos líquidos, pois ao aquecer as moléculas dos componentes, cria-se uma reação acelerada de maturação ou envelhecimento.

Um dos relatos mais comuns de consumidores são produtos com qualidade alterada após esquece-los dentro de veículos, em locais quentes. Mesmo apenas algumas horas, dependendo do calor aplicado, pode significar uma mudança nos produtos que os torna inapropriados para consumo, com sabor alterado e nicotina oxidada.

Dicas para melhor preservação dos produtos

Além de tomar o cuidado para não estragar seus líquidos, é possível aumentar a vida útil.

Guardar na geladeira

Assim como o calor acelera o envelhecimento dos líquidos, o frio ajuda a preservá-los. Guardar na geladeira é uma boa opção para consumidores que moram em locais quentes ou que apenas desejam armazenar os produtos por mais tempo.

Mas lembre-se que muitos líquidos para vaporizadores possuem sabores e aromas agradáveis, que podem ser confundidos com temperos ou produtos que podem ser ingeridos. Alerte sobre isso a qualquer pessoa que tenha acesso à geladeira e tenha especial cuidado em manter em locais que não permitam acesso a crianças.

Prefira produtos com frascos escuros

Frascos escuros ajudam a proteger os líquidos da luz, principalmente a solar, que tanto pode prejudicar o líquido no interior. Infelizmente isso depende da escolha de cada fabricante e não é um padrão do mercado.

Outros artigos

Reino Unido proibirá vapes descartáveis, restringirá sabores e fará mais coisas estúpidas

O governo do Reino Unido decidiu que proibirá os vaporizadores descartáveis ​​e sugere que proibirá os sabores dos vaporizadores. Isto irá desencadear mais tabagismo, mais comércio ilícito e mais soluções alternativas.

9 fatos e mitos sobre o vaping de acordo com o Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido

Menos prejudiciais do que fumar, ajudam contra o tabagismo, menos nicotina que os cigarros e outros fatos que o Brasil ignora sobre o vaping.

Mais um grande estudo confirma os benefícios dos cigarros eletrônicos

Um conjunto crescente de evidências mostra que os cigarros eletrônicos são muito mais seguros do que fumar e a ferramenta de cessação mais eficaz disponível.

FDA divulga dados de 2023 dos EUA com queda no tabagismo e no uso de vape adolescente após regulamentação

Tabagismo adolescente é o menor de todos os tempos e o consumo de cigarros eletrônicos continua caindo.

Colégio Real de Psiquiatras da Austrália e Nova Zelândia declara que vapes são alternativa mais segura do que o consumo de tabaco

Instituição declara que o vaping pode ser prescrito para pessoas adultas que fumam como forma de tratamento contra o tabagismo.

4 milhões de brasileiros já usaram cigarro eletrônico no Brasil e a maioria vê propaganda na TV

O relatório Covitel 2023 coletou informações de 9 mil pessoas, com 18 anos ou mais, entre janeiro e abril de 2023, e traz informações...

Newsletter

- Receba notícias em seu email

- Não compartilhamos emails com terceiros

- Cancele quando quiser

Últimas notícias

Manifestação a favor da regulamentação dos cigarros eletrônicos ocorre nesta sexta-feira em Brasília

Consumidores foram convocados a se concentrarem na frente do prédio da ANVISA a partir das 9h de sexta-feira (1º)

A desinformação sobre os cigarros eletrônicos faz vítimas reais

O estigma contra os produtos e consumidores vem causando danos graves na vida das pessoas.

Globo compartilha informações falsas em editorial que faz campanha contra cigarros eletrônicos

Contra seu próprio princípio editorial de isenção, Globo toma partido contra a regulamentação do vape no Brasil, usando informações falsas para causar pânico moral.

Apoiar a proibição dos cigarros eletrônicos no Brasil é apoiar o terrorismo

Cidadão Sírio que morou em Belo Horizonte financiou ações terroristas graças ao contrabando de cigarros eletrônicos no Brasil.

COP10 é cancelada em meio a acusações de censura, controvérsias e protestos no Panamá

Evento da OMS criticado por não permitir acesso a interessados contrários aos temas foi prejudicado pela agitação no país.