Jornal de Brasília publica fake news sobre caso Zé Neto

Publicado:

Tempo de leitura: 2 minutos

Contexto

O caso Zé Neto repercutiu muito em 2021 quando o cantor veio à público alertar sobre problemas de saúde, que acusava ser por causa do uso de cigarros eletrônicos. Houve grande cobertura da mídia, que tratou a questão à exaustão.

Em 28 de Abril de 2022 o cantor participou de live com Leo Dias, para o canal Metrópoles, falando novamente sobre o caso, admitindo que os problemas enfrentados não tinham qualquer ligação com os produtos, sendo questões puramente psicológicas.

Compartilhamos essa informação em vídeo no Instagram do Vapor Aqui, que você pode também assistir abaixo:

Jornal de Brasília – 09/08/2022 – Post do Instagram

Em sua página de “Expediente” o Jornal de Brasília diz “O Grupo JBr. de Comunicação se orgulha de, há mais de 40 anos, ter Brasília e os brasilienses como pauta, diariamente, sempre com informações completas e precisas sobre tudo o que acontece na cidade. No impresso ou digital, nosso compromisso é trazer à tona tudo o que há de mais relevante no Distrito Federal, sem deixar passar nenhum ponto.” O editor-chefe é Lindauro Gomes.

Post original: https://www.instagram.com/p/ChCs6DqqNl8/

Página do Instagram: https://www.instagram.com/jornaldebrasilia/

Website: https://jornaldebrasilia.com.br/

Facebook: https://www.facebook.com/jornaldebrasilia

Conteúdo da publicação

Todos nós sabemos que em 2021, Zé Neto, da dupla Zé Neto e Cristiano, foi diagnosticado com uma doença no pulmão que se desenvolveu pelo uso do vape. A internet foi à loucura depois de um vídeo do cantor dando seu máximo em uma faixa da dupla e apresentar a voz bem mais rouca que o normal.

tá bom amigos já vi que o cara do zé neto e cristiano tá ruim do pulmão por causa de pod, até parece que seis vão parar então não precisa mandar

Confira a coluna completa em nosso site. Link nos stories!

#Entretenimento#KátiaFlávia#ZéNeto#Vape

Crítica

Além de erroneamente noticiar o fato, é curioso o segundo parágrafo (que parece ter sido adicionado após alguns comentários) que em tom jocoso e em linguagem coloquial afirma que “o cara do zé neto e cristiano tá ruim do pulmão por causa de pod, até parece que seis vão parar então não precisa mandar”.

Com gramática fora de padrão jornalístico e sem pontuação, é possível que este texto tenha sido acrescentado após comentários alertando que o cantor usou PODS, modelos de cigarros eletrônicos com concentração de nicotina mais alta e com grande índice de falsificações, que podem oferecer mais riscos aos consumidores já que são comercializados em um mercado totalmente ilegal como o Brasil, cujo comércio de vaporizadores é proibido desde 2009 pela Anvisa.

Seja como for, PODS são vaporizadores da mesma forma que outros produtos que oferecem nicotina em menor concentração, enquanto produzem maior vapor, estes chamados de MODS.

O Vapor Aqui enviou um contato diretamente para o Editor-chefe para que seja dada atenção à publicação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Outros artigos

Portal de notícias anti-vaping ataca cigarros eletrônicos, mas defende produtos da indústria tabagista

O portal O Joio e O Trigo defende tabaco aquecido, produto da indústria tabagista, ao atacar os cigarros eletrônicos.

Estudo que alegava diagnóstico de câncer mais cedo em consumidores de cigarros eletrônicos é retratado

Mídia brasileira fez grande divulgação de estudo com qualidade tão ruim que precisou ser retratado pelo Jornal Mundial de Oncologia.

Governo de São Paulo divulga FAKE NEWS sobre cigarros eletrônicos em suas redes sociais

Publicação em dois perfis oficiais do Gov. de SP apresenta informações falsas sobre cigarros eletrônicos.

Por que EUA, Nova Zelândia e outros 77 países liberaram cigarros eletrônicos e vapes?

Olhar para a experiência internacional ressalta a importância da regulamentação para garantir o controle e a destinação adequada de vapes.

Resumo do debate organizado pelo Poder360 – Cigarros eletrônicos – Por que rever a proibição é fundamental?

Evento em Brasília organizado pelo portal de notícias Poder360 convidou especialistas para discutir a regulamentação do comércio de cigarros eletrônicos no Brasil.

Especialistas em saúde pública pedem que autoridades dos EUA corrijam desinformação sobre cigarros eletrônicos – EVALI e “porta de entrada ao tabagismo”

Mais uma vez os principais peritos em saúde pública pedem que informações incorretas sobre cigarros eletrônicos sejam corrigidas.

Newsletter

- Receba notícias em seu email

- Não compartilhamos emails com terceiros

- Cancele quando quiser

Últimas notícias

Mídia brasileira divulga estudo de baixa qualidade que alega que diagnóstico de câncer ocorre mais cedo em usuários de cigarro eletrônico

O próprio Jornal Mundial de Oncologia alerta para a baixa qualidade dos dados apresentados no trabalho e sugere cautela na interpretação dos dados.

Cientista é banido de conferência sobre cigarros eletrônicos por difamação de organização anti-vaping

O sociólogo norueguês Karl Erik Lund foi banido de uma conferência que ajudou a organizar por conta de acusações infundadas.

Procura-se morte por cigarros eletrônicos e paga-se bem

Que tal ganhar mais de 30 mil reais provando que os cigarros eletrônicos já provocaram alguma morte no mundo?