Image default
Juices Notícias Vapor Gourmet

Vesa 2019 – Análise Zomo – Moscow Mule

Este é o segundo e último juice da Zomo que recebi diretamente do stand da marca quando visitamos a Vape South America 2019, falo agora do Moscow Mule com 3mg de nicotina. Já analisei a marca Zomo aqui no site através deste artigo, portanto se quiser saber mais sobre eles dê uma conferida por lá.

Assim como o Rock Melon, Moscow Mule não possui uma descrição oficial, porém até este artigo eu não sabia que se trata de um drink feito com base de vodka e gengibre com uma proposta refrescante, portanto só posso imaginar que o objetivo é ser uma interpretação deste drink. O charme da bebida fica à cargo de como ele é servido, normalmente em canecas de cobre, o que é plenamente representado na imagem usada na caixa do produto da Zomo, um autêntico Moscow Mule.

Na receita padrão do drink também temos canela em pau, limão e toques de hortelã, portanto é isso que eu esperava do juice.

O aroma do líquido é dominado pela hortelã sem outras notas perceptíveis. Tentei buscar o gengibre que parece fazer parte principal da receita do drink o qual o juice se inspira, mas não encontrei.

Ao vaporar a coisa toda não foi bacana. A sensação gelada é extrema, o arranhar da garganta é quase insuportável e não consegui fazer um inhale normal por mais de 1 segundo, é tentar vaporar fazendo careta.

Não sei se houve algum problema com minha amostra, mas não parece nada relacionado à nicotina pois o arranhar não é característico da substância e parece ser algo referente ao tipo de mentol ou aditivo utilizados na receita para dar uma sensação gelada.

Não consigo identificar nada sequer parecido com as notas que o drink original oferece como o gengibre ou canela, coisa que eu imagino que era a proposta do juice. A única coisa que o Moscow Mule entrega é uma cacetada ardida de hortelã extremamente gelada e só.

A produção de vapor, no pouco que consegui vaporar, me parece condizente com o blend 70% VG e 30% PG informados, mas eu sinceramente não consigo ter certeza.

Apesar do arranhar da garganta e da sensação desagradável ao vaporar, assim como o Rock Melon, é um juice que apesar de informar ter 3mg de nicotina, me pareceu ter a mesma qualidade na substância e não arranha a garganta (do ponto de vista da nicotina, pois o arranhar que senti eu pelo menos identifico como sendo da receita) portanto é pelo menos um ponto positivo.

Sem poder lembrar de nenhuma outra análise tão negativa em juices que já analisei e preocupado que pudesse ser algo particular meu, já que sou bastante auto-crítico, fui atrás de relatos e testemunhos nas mídias sociais de pessoas que também tenham provado os produtos da Zomo, pois queria ter certeza de que não havia algo errado na minha percepção.

O que encontrei infelizmente condiz com minha experiência, sendo inúmeros relatos de pessoas que não gostaram dos sabores e reclamaram de questões semelhantes às minhas.

A boa notícia é que a empresa ouviu seus clientes e informa que refez suas receitas e pelas mídias sociais tenho visto clientes recebendo cartinhas com uma mensagem da marca dizendo que ouviu seus clientes e melhorou seus produtos. Em contato com a Zomo me prometeram enviar novos juices para análise que eu terei prazer em provar e escrever um artigo que espero ser muito mais positivo pois nosso mercado só tem a ganhar com bons líquidos.

Artigos relacionados

Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação. Imaginamos que você esteja feliz com isso, mas caso não queira, você pode optar por não aceitar. Aceitar Leia mais

Assine nossa newsletter!

e fique ligado nas novidades

Saiba tudo o que acontece sobre o vaping no Brasil e no mundo. Seus dados não serão compartilhados e só vamos lhe avisar sobre coisas importantes e bem legais!