Image default
Juices Notícias Vapor Gourmet

Vapor Gourmet – Dream Collab – Aloha

O Aloha é o segundo líquido que analisamos da Dream Collab, um juice com perfil de sabor de frutas doces como o melão e o mamão papaya acompanhados de leite de coco, fazendo parte da primeira sequência de análises que realizamos junto com a marca e a embalagem.

Se quiser conferir a análise em vídeo, assista abaixo, temos também análise escrita da própria Dream Collab e de sua embalagem através deste link.

Vamos à descrição oficial do Aloha de acordo com o fabricante:

Com notas marcantes do Melão e Mamão papaya, acompanhados do Leite de coco, essa mistura entrega a doçura e cremosidade das frutas. Não tem como não se apaixonar por esse blend incrível e ousado. Com final gelado (*ice).

Melão e mamão são frutas bastante combinadas nos cardápios dos juicemakers nacionais e internacionais pois combinam bastante no vapor por serem naturalmente doces e mais pungentes que outras frutas como morangos, berries em geral como a framboesa, mirtilos e afins.

A combinação com coco funciona bastante para entregar um juice com notas primariamente doces e melosas, muito cremosas e com um toque amanteigado de baunilha.

O coco é uma nota que muitas vezes adiciona um pouco de secura em receitas que normalmente exploram o sabor com a combinação com tabacos ou whiskys tornando-o queimado ou caramelizado, mas a aposta da Dream Collab foi no sentido contrário, transformando o Aloha em uma espécie de pudim ou manjar.

Apesar do mamão e o melão normalmente se destacarem em receitas, pois são bastante presentes e muitas vezes sequestram o sabor sobrepujando outras notas, no caso do Aloha eles permanecem mais nos bastidores, nos fazendo sentir uma base muito cremosa tipo calda de frutas enquanto o doce de coco, ou como a marca coloca, leite de coco fica como nota alta e mais perceptível.

É muito agradável com uma doçura um pouco acima da média para quem procura líquidos mais neutros, mas para os apreciadores de juices doces com certeza deve agradar.

A unidade que recebi foi na versão ICE com a presença de uma leve refrescância no final, quase etérea, que nada remete à menta ou até ao gelado em si, apenas um toque suave que combina bastante com o blend de sabores.

No quesito intensidade, quando analisamos o Aloha em atomizadores de coilhead competindo com outros sabores, ele vai muito bem e domina a experiência rapidamente, apenas levando em conta que obviamente neste tipo de setup o sabor será menos intenso, mesmo assim entrega notas claras e o sabor que é sentido no dripper.

Mais uma vez esta unidade foi recebida com 3 mg de Freebase e novamente ela é bastante suave, mas um pouco mais perceptível que o Morning Yogurt, primeiro juice analisado aqui no Vapor Aqui e curiosamente arranhou um pouco mais na coilhead do que no dripper, coisas da vida do vaper.

O blend informado de 70% VG e 30% PG é condizente com a produção e volume de vapor.

Com custo de R$ 38,00 no site oficial para 30 ml de produto, está numa faixa um pouco acima dos líquidos concorrentes que costumam orbitar em R$ 1,00 por ml, porém pelo que você recebe desde a embalagem até o sabor em si, não posso deixar de recomendar o Aloha para qualquer pessoa que goste de juices doces frutados, especialmente coco.

Artigos relacionados

Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação. Imaginamos que você esteja feliz com isso, mas caso não queira, você pode optar por não aceitar. Aceitar Leia mais

Assine nossa newsletter!

e fique ligado nas novidades

Saiba tudo o que acontece sobre o vaping no Brasil e no mundo. Seus dados não serão compartilhados e só vamos lhe avisar sobre coisas importantes e bem legais!