Image default
Análises de produtos Mídia Notícias PODS Vídeos

SMOK & OFRF nexMESH Pod System

A Smok é uma das mais conhecidas empresas de vaping do mundo e a OFRF recebeu muita atenção após lançar o aclamado atomizador GEAR considerado por muitos como o melhor RTA para sabor e também de fácil construção e agora em parceria as empresas lançam o Pod System nexMESHPOD que a gente analisa pra vocês.

Gostaríamos de agradecer a Elite Smoke pelo envio do produto para uma análise justa, honesta e sincera. Você pode encontrá-los no Instagram e visitar sua loja, sem esquecer de aproveitar nosso cupom de desconto com o código VAPORAQUI.

Temos também review em nosso canal do Youtube para quem prefere ver o filme ao invés de ler o livro! Caso contrário, pula e segue lendo!

O nexMESHPOD é um aparelho com algumas características interessantes, acertando em muitos pontos e entregando um produto com grande potencial, mas que falha o suficiente para fazê-lo se distanciar dos melhores.

É um aparelho bonito e pequeno com um formato retangular que lembra vagamente uma carteira de cigarro. Especialmente na cor gun metal que recebemos, enquanto ele recebe outras 5 cores: azul, amarelo, vermelho, prata e preto, há sofisticação e ótimo design.

Sua ergonomia é boa pois apesar de ser retangular isso é compensado por ter cantos arredondados e surpreendentemente leve, o que torna uso agradável em geral.

Apesar de ser um sistema Pod System, oferece funcionalidades iguais às de um MOD com controle de potência que vai de 5 W até 30 W portanto temos dois botões nas laterais para aumentar e diminuir além de uma tela simples que oferece todas as informações necessárias: percentual de bateria, resistência da coil, volts e potência em watts.

A localização do botão de acionamento é um pouco diferente do que estamos acostumados sendo centralizada na letra “O” da marca OFRF que fica em grandes letras na lateral do comprimento do dispositivo. Por estar em alto relevo no metal, às vezes é um pouco difícil localizá-lo sem olhar precisar olhar ou procurar através do tato, mas com um pouco de costume percebi que a localização mais ajuda do que atrapalha, sendo bem agradável usar o nexMESH em qualquer posição.

Embaixo do nexMESHPOD temos a parta USB padrão que infelizmente não é do tipo C e portanto não oferece o carregamento mais rápido, o que é compensado pela bateria maior que o normal visto em PODS com um total de 1200 mah o que deve ser mais do que suficiente para passar o dia todo mesmo na potência máxima de 30 W.

O cartucho possui um bocal um pouco quadrado demais, não oferecendo a melhor das anatomias, apesar de se encaixar bem nos lábios e ser de um plástico agradável ao toque, ainda assim gostaria que fosse mais arredondado. Ele também é um pouco curto e você vai encostar os lábios no próprio aparelho durante o uso, o que requer certa adaptação.

Como todo cartucho que tem plástico escuro é difícil ver a quantidade de líquido ainda presente e por ter muitas inscrições em uma de suas laterais esse trabalho é ainda mais complicado. O buraco de refilamento é de bom tamanho protegido por uma borracha de vedação que não apresentou problemas.

O controle de fluxo de ar é localizado na base da coilhead instalada o que não é muito prático sendo necessária a retirada do cartucho para seu ajuste, porém a própria existência de um controle de fluxo de ar já é um ponto positivo pois normalmente não encontramos essa funcionalidade em sistemas do tipo POD.

A coilhead é instalada apenas por pressão e não encontrei vazamentos por alí, porém para substituí-la é preciso desrosquear esta base que tem o ajuste de fluxo de ar para então instalar a nova coilhead. Não gosto particularmente deste sistema pois é uma peça muito pequena que se perdida vai inutilizar o aparelho, mas entendo que é um mal necessário para fazer o sistema funcionar, já que foi esta a opção que a SMOK & OFRF escolheram para utilizar como método de ajuste.

O acionamento é bem rápido e preciso, entregando potência fiel ao ajuste em todo o espectro de configuração, mas infelizmente o produto só funciona ao apertar o botão de acionamento o que vai totalmente de encontro com o proposto padrão de um Pod System que é um sistema que pretende imitar o ato mais próximo de fumar, portanto utilizar apenas tragando é quase que essencial.

Curiosamente o aparelho faz um zumbido quando acionado com o fluxo de ar totalmente aberto que só posso descrever como um motorzinho, é uma mínima (porém perceptível) vibração que o ar parece criar ao passar pela abertura, é tão bizarro que várias vezes quando vaporei sentado na frente do computador achei que o meu celular estava vibrando na mesa.

Com o fluxo de ar todo aberto a tragada é aberta o suficiente para se vaporar diretamente para o pulmão com nicotina de baixa concentração e todo fechado é bastante restrito e um dos seus pontos mais fortes, me permitindo colocá-lo facilmente como um 8.5 numa escala de 0 a 10 onde 0 é um sistema mais aberto possível e de grande vaporização e o 10 é a experiência que o cigarro traz sendo totalmente fechada e com grande restrição de ar.

No comparativo ele é mais restrito até que o Caliburn, Pod System considerado por muitos (eu inclusive) como um dos melhores do mercado.

O sabor é outro ponto bastante positivo sendo muito intenso tanto em baixa quanto alta concentração de nicotina, com fluxo de ar todo aberto ou todo fechado, onde pude sentir todas as notas dos juices testados com entrega fiel e cristalina, sem dever nada a qualquer concorrente. A entrega da nicotina também foi bastante prazerosa.

No geral, para quem gosta deste tipo de design mais retangular é um dos melhores aparelhos que experimentei, oferecendo ajuste de potência, ótimo sabor e boa longevidade das coilheads.

Artigos relacionados

Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação. Imaginamos que você esteja feliz com isso, mas caso não queira, você pode optar por não aceitar. Aceitar Leia mais