Image default
Notícias

O vaping e o surto de doenças pulmonares nos EUA

Nos últimos dias uma onda de notícias acerca de pessoas tendo problemas pulmonares nos EUA está circulando na Internet atrelando a causa ao vaping, o uso de dispositivos de cigarros eletrônicos, mais especificamente o Juul, que é um aparelho tipo POD que utiliza uma nicotina mais concentrada, chamada Nicsalt.

Infelizmente a maioria dos artigos sempre tem um cunho sensacionalista e terrorista, deixando passar algumas informações bem relevantes.

De acordo com o CDC 94 pessoas em 14 Estados reportaram sérias doenças pulmonares e sua causa PODE (é uma SUPOSIÇÃO) estar atrelada ao uso dos cigarros eletrônicos. Nada foi confirmado ainda.

O CDC em nota oficial declarou “mais informações são necessárias para saber a causa do problema”.

Alguns oficiais de saúde declaram que muitos pacientes reportaram o uso do cigarro eletrônico semanas ou meses antes do problema.

Também não fica claro o tipo do aparelho utilizado ou sequer se foram consumidos líquidos com nicotina, THC ou Cannabinoides sintéticos (uma categoria que inclui a droga K2, chamada também de maconha sintética e que é um tipo de mistura de maconha com alucinógenos extremamente perigosa que se tornou um problema recente nos EUA).

Então é preciso cautela e não se deixar contaminar com o terrorismo da mídia, precisamos aguardar para saber mais.

É preciso ir à fundo e saber o que está causando este surto de doenças pulmonares e se os cigarros eletrônicos são culpados, eles precisam ser revistos e algo tem que ser feito, porém é necessário analisar a questões de uma ótica realista.

Os EUA em 2018 contabilizava mais de 328 milhões de pessoas e a prevalência de adultos usuários de cigarros eletrônicos era de 10.8 milhões de acordo com a Reuters.

Além deste número, temos os adolescentes que utilizam os aparelhos, mas que não entram nesses números. Lá o uso por menores de idade se tornou um problema ocasionado pela falta de regulamentação acerca dos cigarros eletrônicos que criou uma epidemia de uso por jovens devida à falta de controle do FDA. Estatísticas apontam 15.4% de adolescentes que experimentaram os cigarros eletrônicos. Lembrando que “experimentar” não é “fazer uso regular”, mas vamos considerar mesmo assim.

As estatísticas dizem que são 42 milhões de adolescentes entre 11 e 18 anos, portanto 15.4% disso resultam em 6.468.000 de adolescentes que utilizaram pelo menos uma vez os cigarros eletrônicos.

10.800.000 de adultos usuários e 6.468.000 de adolescentes experimentadores somam 17.268.000 de pessoas que algum dia usaram cigarros eletrônicos na vida.

Tudo isso para mostrar que num universo de 17.2 milhões de pessoas, foram contabilizados 100 casos de doenças pulmonares que parecem (ênfase no “parecem”) estar ligadas aos cigarros eletrônicos. Isso representa 0.000005% dos usuários.

Deixe-me mostrar o que ocorre com 0,01% (17.200 vezes mais chance do que 0.000005%) a 10% dos pacientes que usam o Champix, remédio para parar de fumar:

Nasofaringite (inflamação de uma parte da faringe), sonhos anormais, insônia, cefaleia (dor de cabeça), náusea (enjoo),  bronquite (inflamação dos brônquios), sinusite, aumento de peso, apetite reduzido, aumento do apetite, sonolência, tontura, disgeusia (alteração do paladar), dispneia (falta de ar), tosse, doença do refluxo gastroesofágico (doença onde o conteúdo do estômago volta para o esôfago), vômito, constipação (prisão de ventre), diarreia, distensão abdominal, dor abdominal, dor de dente, dispepsia (má digestão), flatulência (gases), boca seca, rash (reação alérgica de pele), prurido (coceira), artralgia (dor na articulação), mialgia (dor muscular), dor nas costas, dor torácica, fadiga (cansaço), pensamentos
anormais, inquietação, variações de humor, diminuição da libido, tremor, letargia (cansaço e lentidão de reações e reflexos), hipoestesia (diminuição da sensibilidade), conjuntivite, dor nos olhos, zumbido, angina peitoral (dor no peito), taquicardia, palpitações, frequência cardíaca elevada, pressão arterial elevada, fogacho (sensação de calor súbito), inflamação das vias respiratórias superiores, obstrução das vias respiratórias, disfonia (rouquidão), rinite alérgica, irritação da garganta, congestão nasal, síndrome da tosse das vias respiratórias superiores, rinorreia (coriza), hematoquezia (sangue vivo nas fezes), gastrite (inflamação do estômago), eructação (arroto), estomatite aftosa (inflamação da mucosa da boca), dor gengival, fezes anormais, língua saburrosa (presença de placa esbranquiçada na língua), eritema (vermelhidão), acne, hiperidrose (aumento da sudorese), transpiração excessiva, espasmos musculares (contrações involuntárias dos músculos), polaciúria (aumento do número de micções), noctúria (necessidade de urinar à noite), menorragia (aumento do fluxo menstrual), desconforto torácico, doença tipo gripe, pirexia (febre), astenia (fraqueza), indisposição, teste de função hepática alterado, contagem de
plaquetas reduzida, polidipsia (ingestão aumentada de água), disforia (alteração de humor), bradifrenia
(pensamento lento, perda da concentração), disartria (dificuldade de articular as palavras), coordenação anormal, hipogeusia (diminuição da sensibilidade gustativa), transtorno do ritmo circadiano (diário) do sono, escotoma (mancha escura observada no campo visual), fotofobia (intolerância à luz), fibrilação atrial (tipo de alteração do ritmo cardíaco), depressão do segmento ST do eletrocardiograma, redução da amplitude da onda T do eletrocardiograma (alterações do eletrocardiograma), ronco, hematêmese (vômitos com sangue), rigidez da articulação, glicosúria (presença de glicose na urina), poliúria (aumento da quantidade de urina), disfunção sexual.

Tudo depende do ponto de vista.

Porém, mesmo uma única pessoa é relevante e importante, então é preciso investigar e tomar atitudes para prevenir o problema, apenas temos que sempre cuidar para que o sensacionalismo não acabe colocando uma venda em nossos olhos.

Este artigo foi inspirado neste artigo da TIME: https://time.com/5655329/vaping-lung-disease-cdc/

Artigos relacionados

Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação. Imaginamos que você esteja feliz com isso, mas caso não queira, você pode optar por não aceitar. Aceitar Leia mais

Assine nossa newsletter!

e fique ligado nas novidades

Saiba tudo o que acontece sobre o vaping no Brasil e no mundo. Seus dados não serão compartilhados e só vamos lhe avisar sobre coisas importantes e bem legais!