Image default
Científico Notícias

Ecigs são 95% menos prejudiciais que cigarros

Estudo científico feito pelo governo da Inglaterra determina que os cigarros eletrônicos são 95% menos prejudiciais do que o cigarro e o governo decide apoiar publicamente o dispositivo como medida de combate ao tabagismo.

O estudo afirma que o cigarro eletrônico, apesar de não ser livre de riscos e obviamente não ser indicado para ter uma boa saúde, representa apenas uma fração dos riscos do cigarro convencional, sendo 95% menos prejudicial, comprovando que entre um cigarro convencional e o cigarro eletrônico, sem dúvida alguma o cigarro eletrônico é a melhor alternativa.

O estudo também indicou que ao contrário do que se pensa, o cigarro eletrônico não torna a visão de fumar mais comum ou aceitável, o que seria uma rota de entrada de jovens ao vício, mas sim torna-se um excelente auxílio para parar de fumar.

Devido ao resultado, o governo da Inglaterra tornou oficial seu apoio ao aparelho que deverá ser utilizado em conjunto com outros métodos de combate ao fumo pelos órgãos oficiais de saúde.

Veja o estudo na íntegra no link abaixo:

https://www.gov.uk/government/publications/e-cigarettes-an-evidence-update

Artigos relacionados

Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação. Imaginamos que você esteja feliz com isso, mas caso não queira, você pode optar por não aceitar. Aceitar Leia mais