Image default
Científico Notícias

Ecigs não atraem jovens para o vício

Os cigarros eletrônicos se transformaram em verdadeiros gadgets com telas de LCD, conexões bluetooth, cores e formas diferentes, cujos líquidos consumidos podem ter sabor de sobremesas famosas, frutas variadas, bebidas de todos os tipos e muitas outras variações. Tudo isso pode trazer uma grande preocupação pelo apelo do produto em conquistar adultos e jovens não fumantes, servindo inclusive de porta de entrada para o cigarro convencional.

Apesar de séria, a preocupação não é fundamentada como comprova um estudo realizado pelo site Nicotine & Tobacco Research que faz parte do departamento de imprensa da Universidade de Oxford.

O estudo foi feito por 5 cientistas PHDs em áreas de interesse que pesquisaram dois grupos distintos, um com 216 adolescentes entre 13 e 17 anos não fumantes e outro com 432 adultos entre 19 e 80 anos, fumantes há pelo menos 3 anos, que deveriam indicar seu interesse em uma escala de 0 a 10 em cigarros eletrônicos que apresentavam sabores diversos.

O resultado mostrou que o interesse dos jovens não fumantes foi extremamente baixo (0.41 de um máximo de 10.00) e sequer foi alterado pelo potencial apelo dos sabores, enquanto o interesse dos adultos apesar de maior (1.73 de um máximo de 10.00), também foi relativamente baixo, apresentando o maior resultado apenas em adultos que já haviam experimentado os ecigs e apenas em função dos sabores.

A conclusão foi que o apelo aos sabores foi maior nos adultos fumantes do que nos jovens não fumantes, porém o interesse foi muito baixo em ambos os grupos.

Confira o estudo (em inglês) através deste link.

Artigos relacionados

Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação. Imaginamos que você esteja feliz com isso, mas caso não queira, você pode optar por não aceitar. Aceitar Leia mais