Image default
Juices Vapor Gourmet

Análise: juice Monte Olimpo da marca Sierra Blends

Mais uma estréia aqui no Vapor Aqui e desta vez temos um juice da marca Sierra Blend’s, o Monte Olimpo, descrito como “uma ameixa madura com baunilha”. Quer saber mais sobre a marca confira nossa análise clicando aqui. E se quiser saber quais métodos e critérios que são usados para fazer as análises de juices, clique aqui.

Quero começar esta análise confessando que não gosto muito de ameixa por considerar ser uma fruta de extremos. Normalmente está muito nova e azeda que dói ou muito madura e doce que parece que vai trincar os dentes. É uma fruta com mais de 2000 variedades então é provável que isso tenha alguma coisa a ver.

Apesar disso, não é a primeira vez que eu provo e tenho que analisar um juice cujo sabor eu naturalmente não sou inclinado a gostar, seja uma fruta, uma bebida ou um tipo de doce específico. Nas primeiras vezes que isso aconteceu eu tentei não criar uma crítica negativa antes mesmo de provar o juice e com a experiência eu aprendi, com grande satisfação diga-se de passagem, que o vapor muitas vezes pode surpreender até quando não gostamos daquele sabor na coisa real.

Isso acontece por diversas razões, tem gente que não gosta da textura de uma fruta e nada contra seu sabor, às vezes o vapor entrega um sabor mais suave e menos enjoativo que o doce de verdade provoca, em alguns casos o sabor é muito parecido, mas tem um “que” diferente que basta para migrar nossa percepção do “não gosto” para o “até que não é ruim” e quando menos se espera, a coisa toda vira “até que esse troço é bom!” e estamos voltando a vaporar aquele juice.

Foi assim que aconteceu comigo e com o Monte Olimpo, um juice que me conquistou pelas beiradas e quando menos eu percebi estava procurando por ele pra poder refilar meu tank, mesmo depois de já tê-lo provado e analisado.

Trata-se de um juice bem doce que no começo causa uma certa estranheza, pois há bastante adoçante na receita ou a essência de ameixa é naturalmente bem adocicada. Em poucas vaporadas o juice progride para um sabor mais nivelado, cuja ameixa é presente e o sabor continua doce, mas amaciado pela presença da baunilha.

É um juice que permanece na boca por um tempo, cujas notas principais são pungentes e molhadas, com notas de fundo amarelas de baunilha suave.

A combinação mexe um pouco com nossa percepção e é possível sentir nuances de côco, creme e até uma certa secura que sentimos no bourbon.

O blend do juice é diferente dos concorrentes optando por 65% de VG e 35% de PG. Por ser uma diferença pequena do clássico 70/30 não identifiquei alteração no vapor nem no sabor esperado.

Artigos relacionados

Leave a review

  • Embalagem
  • Sabor
  • Vapor
  • Experiência
  • Custo benefício

Este site utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação. Imaginamos que você esteja feliz com isso, mas caso não queira, você pode optar por não aceitar. Aceitar Leia mais