Record de sucesso em parar de fumar na Inglaterra


De acordo com pesquisadores da UCL (Colégio Universitário de Londres) quase 20% daqueles que tentaram parar de fumar na Inglaterra na primeira metade de 2017 tiveram êxito, com os cigarros eletrônicos se tornando um método mais popular no combate ao tabagismo.

Em contraste, a média da década passada havia sido de 15.7%. O aumento considerável cria um efeito “bola de neve” e contamina outras camadas da população. Historicamente, os mais pobres sempre tiveram índices menores de sucesso do que os mais abastados, dado a falta de acesso aos métodos clássicos não apenas pelo custo, mas pelo trabalho de manter a disciplina envolvida na utilização destes métodos como remédios, adesivos e gomas de mascar.

Agora, pela primeira vez na história, os mais pobres possuem as mesmas chances de parar de fumar do que os mais ricos, dada a facilidade de acesso aos cigarros eletrônicos que são sugeridos pelo governo como método oficial de combate ao tabagismo.

Os cigarros eletrônicos se tornaram o método mais popular da Inglaterra no combate ao fumo por imitar a experiência de fumar e assim ser uma forma muito mais atraente de reposição de nicotina do que os adesivos. Seu uso, combinado com as políticas de combate ao fumo criadas pelo governo, se tornaram um efetivo caminho para as pessoas pararem de fumar.

Fonte: The Guardian